Espaço

Informações

O que é a rede social Foursquare e quais as vantagens dela?

Com o Foursquare a vida é um jogo: explore a cidade inteira, veja opiniões sobre os locais dela e conquiste medalhas enquanto vê por onde seus amigos andam.

foursquare-logo

Quando começou a ser utilizado por algumas pessoas, o Foursquare chegou a ser um pouco criticado por somente permitir “check-ins”, o que parecia uma prática invasiva, e que não oferecia grande utilidade. Porém, ao longo do tempo, a companhia desenvolveu novas ferramentas que o tornaram muito mais agradável e útil para os usuários.

O Foursquare é um aplicativo para dispositivos móveis que funciona como um guia de recomendações de locais em todo o mundo. Cada usuário pode fazer um “check-in” e realizar avaliações sobre os lugares que visita. Lançado no início de 2009, ele virou um sucesso a partir de 2010-2011 e hoje tem pouco mais de 30 milhões de usuários.

No início deste ano, por exemplo, o Foursquare se baseou nos check-ins dos usuários e lançou um guia com os melhores lugares de diversas cidades. No mês de abril, nasceu uma interfacetotalmente repaginada para o aplicativo, que aumentou bastante sua força como serviço de indicações – e não mais apenas um aplicativo de check-ins.

Além dos check-ins, o Foursquare permite que um usuário “curta” um local, escreva uma dica sobre o que já visitou, crie listas com locais que deseja visitar e, é claro, interaja com seus amigos. É possível adicionar contatos de outras redes sociais, como Facebook e o Twitter, e do seu telefone, além de ver os lugares que eles visitam e saber quando todos estão próximos a você para marcar um encontro.

Como funciona

Screenshot_2013-11-15-20-08-14Para usar o Foursquare você precisa ter uma conta no site, um celular e gostar de explorar o que está ao seu redor. A primeira coisa, portanto, é baixar o aplicativo em seu aparelho, disponível para Android, iPhone, Palm e Blackberry. Se você não tem um smartphone e mora nos Estados Unidos, pode usar mensagens de texto também.

Assim que você estiver em absolutamente qualquer local (seja parque, museu ou supermercado, por exemplo) basta fazer o chamado “check-in”.

Ao fazer isso, sua posição vai para a rede social do serviço, Twitter e Facebook (se você os adicionou à sua conta) e todos podem saber exatamente o local em que você está, com indicação no mapa junto ao endereço e opiniões a respeito. Se o local não existir ainda no Foursquare, você pode adicioná-lo.

Da mesma forma que todos podem ver onde você está, é possível acompanhar o itinerário de seus amigos e ver por onde eles andam. Cada um que usa o serviço é capaz de adicionar seus locais preferidos em uma lista.

Conquistas e pontos

Sabe aquele local em que você vai tanto que começam a perguntar se você trabalha por lá? Bem, o Foursquare premia aqueles que mais fizerem check-in em um determinado local “coroando” como prefeito (“Mayor”) do local. Mas, basta que alguém apareça mais do que você no local e o título de prefeito passa para a outra pessoa.

Além de ser o prefeito do local, você também recebe medalhas (“badges”) por realizar check-in em locais e datas interessantes. Por exemplo: se você sair todas as noites no mesmo local, uma medalha aparece em seu perfil com essa descrição. Outras formas de conseguir conquistas é utilizar palavras-chave que descrevam o local, como pizza, restaurante, show etc.

Já os pontos são acumulados junto às conquistas, mas funcionam mais ligados ao serviço em si. Ou seja, seu primeiro check-in ou cinco vezes em um determinado local, por exemplo. Os pontos também podem ser ganhos simplesmente por fazer login no Foursquare.

Imagem

Ainda não há exatamente um objetivo para os pontos, mas é possível que futuramente se convertam em prêmios reais. Já houve doações para caridades por cada ponto dos usuários.

Afinal, qual a vantagem de se usar o Foursquare?

Screenshot_2013-11-15-20-24-25

Parece apenas mais um serviço bobo, não é? Entretanto, com certeza o Foursquare tem as suas vantagens. Em primeiro lugar, imagine que você pode saber sempre por onde seus amigos andam e vice-versa. Quer uma companhia para almoçar? Faça o check-in e torça para que algum amigo por perto veja.

Sendo assim, o Foursquare acaba sendo o guia mais confiável sobre vários locais da cidade, já que são opiniões reais de pessoas que passaram mesmo por lá. Dificilmente algo assim é encontrado no Brasil, mas alguns estabelecimentos já oferecem prêmios e descontos especiais para “prefeitos” e outros usuários do serviço.

Uma ameaça à privacidade?

Não só com novas redes sociais, mas com absolutamente tudo relacionado à internet precisamos ter cada vez mais cuidado. Você provavelmente já experimentou digitar o seu nome no Google para ver o que aparece. E se absolutamente qualquer pessoa pudesse saber exatamente a sua localização atual?

Aí é que está o problema do Foursquare. Quando você faz o check-in, as informações do local em que você está, incluindo coordenadas e localização no mapa, aparecem na tela e estão disponíveis para absolutamente qualquer pessoa ver. Talvez pessoas estranhas saberem por onde você anda e quais são seus locais preferidos não seja algo muito legal.

Continue lendo

Anúncios

15/11/2013 Posted by | Espaço, Informações | 1 Comentário

O que é GPU?

Conheça um pouco mais sobre o principal componente responsável pelo trabalho gráfico nos computadores.

Uma placa de vídeo é composta por diversos circuitos e elementos eletrônicos, porém seu papel mais importante é o de comportar um processador dedicado especialmente para a renderização de gráficos em tempo real. Este tipo de processador é chamado de Graphics Processing Unit, também conhecido como GPU.

O que é GPU?GPU exposta em uma placa de vídeo (Fonte da imagem: Divulgação/BuyNewComputer)

Normalmente, a GPU fica localizada na parte mais central de uma placa de vídeo, rodeada pelos demais componentes do dispositivo. Como estes processadores geram muito calor enquanto trabalham, quase todos as fabricantes incluem um conjunto de dissipador e ventoinha acoplado ao chip para mantê-lo na temperatura ideal.

GPUs também podem ser encontradas em placas-mãe, permitindo que o PC seja plugado ao monitor sem a necessidade de uma placa de vídeo à parte. Essa configuração costuma ser chamada de “GPU onboard”. Geralmente, modelos desse tipo são capazes de suprir apenas as necessidades básicas de vídeo, e uma placa “offboard” acaba sendo necessária para os jogos mais pesados.

O que é GPU?Asus MARS II, com duas GPUs NVIDIA GTX580 (Fonte da imagem: Asus)

Atualmente, as três maiores fabricantes de GPUs são a Intel, a NVIDIA e a ATI. A Intel, porém, produz processadores gráficos mais direcionados para aplicações de baixo custo integradas à placas-mãe, enquanto que a NVIDIA e a ATI atuam nos demais segmentos.

Quase sempre, o responsável por projetar, fabricar e unir os demais componentes de uma placa de vídeo à GPU costuma ser outra empresa que atua em parceria com os fabricantes dos chips. XFX, Asus, EVGA, MSI, Sapphire e Zotac estão entre as maiores montadoras de placas de vídeo da atualidade.

O que é GPU?GPU de um Xbox 360 (Fonte da imagem: Reprodução/XboxScene)

Processadores gráficos dedicados também estão presentes em dispositivos portáteis, sendo que a NVIDIA tem sido a principal atuante nesse ramo. Consoles de video game modernos também costumam confiar em uma GPU para a renderização dos gráficos dos jogos, incluindo o PlayStation 3, o Xbox 360 e o Nintendo Wii.

29/10/2013 Posted by | Espaço, Informações | Deixe um comentário

O que mudou do S3 para o S4? Conheça a evolução da linha Galaxy

Com o lançamento do Galaxy S4 nesta quinta-feira (14), a linha Galaxy S da Samsung ganhou seu quarto e mais novo integrante. A chegada do aparelho marca mais uma inovação por parte da Samsung, que busca, desde 2009, trazer novidades para o segmento dos smartphones com Android. Para entender a evolução dos aparelhos, porém, é necessário ver o que mudou no S4 em relação ao S3, e como o mesmo evoluiu desde o Galaxy S, de 2010.

Evolução da linha Samsung Galaxy S (Foto: Divulgação)Evolução da linha Samsung Galaxy S (Foto: Divulgação)

A primeira evolução óbvia entre os quatro aparelhos S é o aumento da tela. Enquanto o primeiro modelo, Galaxy S, contava com uma de apenas 4 polegadas, os seus sucessores evoluíram consideravelmente: 4,3, 4,8 e 5 polegadas, respectivamente. Mas não foi só no tamanho que a melhora aconteceu. A qualidade das imagens também foi se superando. O S trazia uma tela Super AMOLED, que já era uma inovação na época, e foi superado pela Super AMOLED Plus do Galaxy S2. A seguir, surgiu o Galaxy S3 com a mesma tela do antecessor, mas em HD e, por fim, o S4 com a novíssima Super AMOLED em Full HD.

Na questão dos processadores, a superação também é clara: o número de núcleos, entre outras características, já marcam a evolução dos aparelhos. O modelo original trazia um single-core, superado pelo dual-core do Galaxy S2 e, a seguir, pelo quad do S3. O lançamento da Samsung, por fim, abriga um octa-core (ou dual quad-core) Exynos de 1,6 Ghz, que promete performance nunca antes vista em um celular.

O sistema Android, como não podia deixar de ser, também é atualizado acompanhando a linha da Samsung. O Galaxy S trazia a pré-histórica versão 2.1 Eclair, e os aparelhos seguintes trouxeram, respectivamente, os Android 2.3 Gingerbread e 4.0 Ice Cream Sandwich. Com sistemas atualizados, os aparelhos foram trazendo performances cada vez melhores e mais recursos. O S4, por sua vez, traz o novíssimo Android 4.2.2 Jelly Bean.

No quesito câmera a evolução também é clara: o Galaxy S trazia uma máquina principal com sensor de 5 megapixels, que cresceu para 8 MP com a chegada do S2. O S3, por sua vez, embora trouxesse uma qualidade de imagem bem melhor, manteve a resolução do sensor do seu antecessor. Agora, finalmente, a Samsung resolveu adotar uma câmera bem melhor, e escolheu um sensor com bons 13 megapixels. Assim, as fotos ganham muito mais nitidez e podem ser ampliadas sem perda de qualidade.

Além disso, as inovações em questão de vídeo e imagens são enormes no S4: a função Dual Camera permite que o usuário tire uma foto ou grave um vídeo com a câmera traseira incluindo a imagem da dianteira. Já o recurso Sound & Shot é capaz de gravar um áudio de até 9 segundos para cada fotografia tirada. Assim, você pode mandar um recado de voz juntamente com uma imagem para quem quiser.

A linha Galaxy S também traz um crescimento frequente das baterias. Porém, isso não quer dizer que os aparelhos consigam durar mais que os antecessores, já que as telas maiores e os processadores mais potentes também exigem mais energia. Com isso, neste quesito há uma certa involução dos modelos, já que quanto mais avançado ele é, mais ele gasta bateria.

Os aparelhos S da Samsung não são conhecidos por serem inovadores à toa: normalmente, são eles que marcam a chegada de certas tecnologias nos smartphones. É o caso do NFC (Near Field Communication), recurso de troca de dados por proximidade, no Galaxy S3, que foi um dos primeiros a receber a função. Além disso, o aparelho da Samsung também foi o primeiro smartphone a ganhar a função multi-janelas, já que antes dele só o tablet Galaxy Note 10.1 e o foblet Note 2 possuíam o recurso.

O S4, porém, bateu recordes em inovações. Além de ser capaz de perceber o olhar do usuário e mover a tela de acordo com o mesmo, e de reconhecer movimentos com a mão e acionar certos recursos, ele ainda traz outras funções interessantíssimas, como o S Health, que “fiscaliza” e ajuda a cuidar da saúde do seu dono, e o S Translator, que traduz em tempo real em voz ou texto o que o usuário fala, para diversas línguas.

galaxy_s_final

17/03/2013 Posted by | Informações, Tecnologia | Deixe um comentário

Microsoft lança a Socl, sua nova rede social

Produto destinado a estudantes não tem o objetivo de concorrer com o Facebook e o Google+.

Rede social misturada com pesquisa é a nova aposta da Microsoft. (Fonte da imagem: Reprodução/Socl)

Sem fazer alarde, a Microsoft lançou na madrugada de 21/05 sua nova rede social, batizada de So.cl. Imagens do novo projeto da empresa ainda em versão Beta já haviam sido reveladas no final do ano passado, e agora a empresa anuncia a versão final do produto.

O projeto foi desenvolvido pela FUSE Labs, um centro de pesquisa da Microsoft voltado para o desenvolvimento de produtos sociais. De acordo com o próprio site da rede social, o foco é “explorar as possibilidades de pesquisa social para fins de aprendizagem”. Já o slogan fala de “uma nova experiência de pesquisa para estudantes”.

Segundo a própria Microsoft, a So.cl (pronuncia-se “social”, em inglês) combina rede social e pesquisa para ajudar as pessoas a encontrar e compartilhar páginas de web interessantes do mesmo jeito que alunos fazem quando trabalham juntos. Para incentivar a interação e a colaboração, a Socl oferece compartilhamento de “mensagens elaboradas” e vídeos em tempo real.

Convivência pacífica

Ao contrário do que algumas pessoas imaginaram anteriormente, o objetivo da nova rede social da Microsoft não é concorrer com Facebook ou Google+. “Esperamos que os alunos continuem usando Facebook, Twitter, Linkedin e outras redes sociais existentes, bem como o Bing, Google e outras ferramentas de pesquisa”.

A gigante de Redmond quer encorajar os alunos a reinventar a comunicação diária e as ferramentas de aprendizagem, melhorando a pesquisa, o aprendizado e o compartilhamento de suas vidas cotidianas.

A experiência de pesquisa na So.cl será fornecida pelo Bing, e será possível fazer login na rede social com sua conta do Facebook ou da Microsoft . Por enquanto, a So.cl está apenas cadastrando pessoas em sua lista de espera.

Fonte: So.cl

27/05/2012 Posted by | Informações, Tecnologia | Deixe um comentário

Anonymous: eles não esquecem, eles não perdoam [infográfico]

Conheça a origem desta ideologia hacker e os principais ataques realizados desde a sua criação.
Infográfico - Anonymous: eles não esquecem, eles não perdoam [infográfico]

Nas últimas semanas, um nome foi citado exaustivamente na mídia: Anonymous. Os seguidores da ideologia hacker, responsáveis por centenas de ações na web nos últimos anos, ganharam destaque novamente ao iniciar uma verdadeira cruzada em protesto contra o fechamento do Megaupload pelo FBI e a possível aprovação dos projetos de lei SOPA, PIPA e ACTA.

Polêmicos e sem medo de bater de frente com quem quer seu seja, eles rapidamente ganharam muitos fãs na web, que comemoram cada ataque a um novo site como se fosse uma vitória pessoal. Mesmo na derrubada da PSN, ataque que fez com que o sistema online do PlayStation 3 ficasse fora do ar por mais de 30 dias, o movimento conquistou o seu espaço e ganhou apoio por parte do público.

Por outro lado, muitas pessoas são contrárias às ações hacker e afirmam que o Anonymous se trata, na verdade, de uma mentalidade criminosa. Durante esta semana, após investidas que derrubaram os sites de diversos bancos brasileiros, muitos internautas fizeram questão de se mostrar preocupados e decepcionados com as ações.

Colecionando prós e contras, a verdade é que o Anonymous já escreveu o seu nome na história da internet. O infográfico acima mostra quais foram as principais ações propagadas pelo Anonymous desde a sua estruturação. Além disso, listamos alguns dos principais pontos que marcam a ideologia que se esconde por trás dos anônimos mais conhecidos da rede.

Infográfico: Tim Trauer e Nick Mancini.

14/02/2012 Posted by | Informações | Deixe um comentário

Lembra-se da Gradiente? Ela pode voltar

Empresa nacional de eletrônicos põe em prática o plano de reestruturação.

Reuters. Por Carolina Marcondes – A IGB Eletrônica, nova denominação da marca Gradiente, anunciou nesta segunda-feira um plano com o qual pretende levantar a empresa, que está mergulhada em dívidas.

A Gradiente, que já foi a maior fabricante brasileira de eletroeletrônicos, entrou em uma grave crise financeira em 2007, quando paralisou duas fábricas e as vendas no mercado. A companhia lançou um plano de reestruturação em 2008 e o processo de recuperação extrajudicial foi aprovado em 2010.

Por meio de fato relevante, a IGB informou que os acionistas controladores irão transferir à HAG S.A., empresa não operacional, todas suas ações, tornando a IGB controlada da HAG.

Além disso, a HAG pedirá no primeiro trimestre deste ano um registro de companhia aberta à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), antes de tentar listar as ações Novo Mercado da BM&FBovespa.

Após a entrada no Novo Mercado, a HAG fará um pedido de oferta pública de ações, comprando as ações da IGB no mercado, para que a base acionária migre para a HAG e participe indiretamente da Companhia Brasileira de Tecnologia Digital (CBTD), arrendatária da marca Gradiente.

A proposta da HAG será de que cada ação da IGB seja trocada por dez da própria companhia. “Quer no âmbito do aumento de capital, quer no da OPA, a emissão de ações por parte de HAG ensejará a cobrança em favor da emissora de vinte e cinco milésimos de real por ação emitida”, disse o comunicado.

Após a OPA, será feito um pedido de cancelamento de registro de companhia aberta da IGB, desde que dois terços dos acionistas aceitem a oferta. A IGB prevê que a OPA seja concluída ainda no primeiro semestre de 2012.

A companhia informou ainda que a marca Gradiente será reinserida no mercado por meio da CBTD, que será responsável por explorar “novas oportunidades de negócio que venham a surgir naquele setor”.

Os recursos provenientes deverão quitar o passivo da companhia, avaliado em 389,6 milhões de reais em 30 de setembro de 2011. Além disso, constam outros 91,2 milhões de reais do Programa de Parcelamento de Débitos da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional e Secretaria da Receita Federal (Refis).

“Cálculos preliminares elaborados por perita independente estimam valor, atualizado até 31 de dezembro de 2011, em torno de 235 milhões de reais”, diz a IGB, afirmando que o valor considera prazo decadencial de 10 anos, ainda a ser julgado pelo Superior Tribunal de Justiça.

 

03/01/2012 Posted by | Informações | Deixe um comentário

A cor rosa não existe. Será?

Teorias afirmam que a cor rosa é apenas um truque do seu cérebro, mas será que isso é realmente verdade?

Um novo vídeo está fazendo muito sucesso na internet, mostrando que a cor rosa não passa de um truque do cérebro humano. A obra, criada pelo grupo MinutePhysics, exibe uma série de exemplos comprovando a ausência da coloração em espectros e escalas de tons. O mesmo filme explica, em inglês, que só enxergamos o rosa (ou magenta) porque nosso cérebro nos engana. Mas como isso seria possível?

Como você pode ver no vídeo, o MinutePhysics está sempre se prendendo às escalas monotonais (cada cor é representada por apenas uma tonalidade, sem diferenciações na escala de saturação). Dessa maneira, a cor rosa não pode ser encontrada em lugar algum entre o infravermelho e o ultravioleta.

Se utilizássemos escalas circulares, poderíamos encontrar o rosa entre o vermelho e o violeta, mas isso só é possível para pigmentos. Em faixas de frequência de luz, essa coloração seria impossível, pois o infravermelho está abaixo dos 430 THz e o ultravioleta está acima dos 750 THz. Não há como a cor estar entre as duas frequências.

E como nós percebemos o rosa?

Há duas formas de entender como os seres humanos conseguem enxergar a cor magenta. A primeira é encarando-a como luz. Nesse caso, o rosa representaria ao verde a mesma coisa que o preto significa para o branco: ausência. Exatamente: teóricos da cor (da Universidade de San Diego, EUA) afirmam que o rosa é um “verde negativo”, ou seja, é a cor branca com toda a luz verde retirada.

 (Fonte da imagem: Reprodução/MinutePhysics)

Também existe a explicação oftalmológica. Os olhos humanos possuem três tipos de receptores de luz (um para o vermelho, um para o verde e um para o azul), que são ativados de acordo com a intensidade das cores que estão sendo refletidas no ambiente. O vermelho, por exemplo, ativa totalmente os receptores dessa cor e desativa os outros.

Ao olhar para um objeto rosa, o receptor vermelho continua sendo ativado, ao mesmo tempo em que verde e azul também são, mas não completamente (pois assim seria enxergada a cor branca), apenas o suficiente para que o cérebro entenda que aquela cor é a rosa. Em suma, afirmar que a cor rosa não existe está errado. O que podemos dizer é que o magenta – como luz – é uma ilusão criada por nossos cérebros.

05/11/2011 Posted by | Informações | Deixe um comentário

Dia da Árvore

A Câmara de Vereadores de Paraguaçu Paulista, em parceria com a ETEC “Augusto Tortolero Araújo” (Colégio Agrícola) promoveu na manhã de 21 de setembro, Dia da Árvore, um plantio de mudas. O evento, que aconteceu no Colégio Agrícola, reuniu alunos, funcionários e professores, além das seguintes autoridades: diretora da escola, Catarina Thimóteo; presidente da Câmara, Rodrigo Garms; vereadores Edivaldo do Lar, Mauro Branco e Rafael de Castro; na ocasião, a vereadora Almira Ribas Garms foi representada por Solange Pádua.

No início da solenidade, a diretora Catarina e o presidente do Legislativo Rodrigo Garms, deram as boas-vindas aos presentes e falaram da importância da preservação do meio ambiente, ressaltando o quão é indispensável a participação dos jovens para que esta seja efetiva. Em seguida, alunos da escola fizeram algumas apresentações: Olivie Paião fez a leitura de um texto referente ao “Dia da Árvore”, enquanto Bruna Freitas cantou “Planeta Água” e Matheus Otenio e Cauã Guido entoaram “Cheiro de Relva”.

O plantio de uma muda de pau-brasil aconteceu de forma simbólica e foi realizado pelas autoridades e por um aluno representando todos os estudantes da escola. As demais mudas serão plantadas pelos próprios alunos no decorrer da semana. As 37 espécies de mudas que serão plantadas por todo o Colégio Agrícola foram gentilmente cedidas pela Secretaria do Meio Ambiente de Assis.

Para o presidente da Casa de Leis, Rodrigo Garms, “iniciativas como as da Câmara Municipal de Paraguaçu Paulista podem, e devem, ser abraçadas por outros órgãos públicos e, claro, por toda a sociedade”.

Ao final do plantio, os vereadores foram convidados pela diretora Catarina Timothéo para conhecerem as dependências da “Cooperativa Escola de Alunos”, onde são vendidos alimentos produzidos de forma natural pelos estudantes do curso de agroindústria.

Alunos do Colgio Agrcola prestigiam a solenidade

 Alunos do Colégio Agrícola prestigiam a solenidade

Autoridades presentes no plantio promovido pela Cmara e Colgio Agrcola

 Autoridades presentes no plantio promovido no Colégio Agrícola

Alunos do Colgio apresentaram a msica Cheiro de Relva

Matheus e Cauã apresentaram “Cheiro de Relva”

Rodrigo Garms falou sobre a importncia da preservao ambiental

Rodrigo fala sobre a importância da preservação ambiental

Momento do plantio das mudas

Momento do plantio da muda de pau-brasil

24/09/2011 Posted by | Informações | Deixe um comentário

Não aguenta esperar pelo Windows 8? Você já pode conhecer a versão Pré-Beta do sistema operacional, aproveite!

O Developer Preview é uma versão pré-Beta do Windows 8, destinada especialmente, mas não exclusivamente, a entusiastas do sistema operacional. Ontem (13), a Microsoft mostrou o sistema operacional em detalhes durante a BUILD, conferência especial para desenvolvedores e parceiros.

A próxima versão do Windows não começa do zero. Ela vem sendo desenvolvida a partir do que deu certo no antecessor e com melhorias: mais recursos de segurança, inicialização mais rápida e maior duração de bateria em portáteis.

Logo na configuração inicial, o Windows 8 vincula o novo usuário à sua conta da Microsoft. Isso significa que os seus aplicativos vão acompanhá-lo mesmo em um computador diferente. É como se cada conta de usuário fosse o seu computador, sempre portátil e disponível.

Agora, aqueles mais ansiosos que já querem conhecer as novidades que vêm por aí podem experimentar as funcionalidades e os recursos do novo sistema, que vai rodar em qualquer computador, mas foi pensado especialmente para telas de toque.

Nova interface

Essa é a mudança mais sensível em relação às versões anteriores. O Windows 8 apresenta uma nova interface, ao estilo Metro: um layout limpo, simples e personalizável com animações que deixam o computador mais interativo.

Nova tela inicial.

De início, o usuário se depara com a nova tela “Start”, com os mosaicos característicos da Metro UI. Os quadrados são dinâmicos, quer dizer, sempre atualizados. Por exemplo, o aplicativo de tempo e temperatura, que mostra o clima de qualquer cidade em tempo real.

Não falta integração com programas Windows Live. É muito simples integrar a sua conta com o sistema operacional. O compartilhamento de conteúdo também é bastante facilitado. Por exemplo, se você quer enviar imagens por email, pode pegá-las do Facebook, do Flickr e do seu disco rígido a partir de uma única tela.

Integração entre aplicativos.

É possível reorganizar o mosaico como você preferir, bastando arrastar os quadrados para onde você quiser. Qualquer atalho pode ser facilmente removido, ao clicar com o botão direito sobre ele e marcar “Unpin”.

A barra de buscas internas foi reformulada. Sempre que o usuário digitar alguma palavra para buscar aplicativos ou documentos, poderá contar com filtros para refinar as pesquisas e facilitar o acesso a determinados arquivos.

Compatibilidade com o Desktop do 7

Apesar de todas as modificações da interface Metro, o Windows 8 terá compatibilidade com seu antecessor. A Área de trabalho continua com a mesma cara: o papel de parede é o mesmo, a Barra de tarefas segue o padrão e os ícones também são idênticos.

A primeira mudança notável é no botão do Menu Iniciar. Deixando o cursor do mouse sobre ele, abre-se um relógio e um menu com atalhos para configurações, dispositivos, compartilhamento e busca.

A segunda modificação sensível é que, por padrão, todas as janelas do sistema têm o padrão Ribbon, do Office. Há sempre ferramentas disponíveis, dependendo do arquivo ou pasta que o usuário seleciona. Essa barra é facilmente escondida por uma simples seta, assim, quem não gosta do recurso não precisa lidar com ele sempre.

Há também modificações sutis na Barra de títulos. Os ícones estão ainda mais caprichados, e agora o texto é centralizado. Há muito capricho também na janela do Gerenciador de tarefas. Ela utiliza cores para que as informações sejam compreendidas com mais facilidade pelo usuário. Quanto mais pesado um processo, mais forte é a cor dele, assim, ele está sempre destacado. Há muitos gráficos que esclarecem o uso de processador, memória, disco e conexões de rede.

Novo Gerenciador de tarefas.

Para quem usa mais de um monitor, é possível configurá-los para que exibam, ao mesmo tempo, a nova tela “Start” e o já conhecido desktop do Windows 7. O Windows 8 também se adapta facilmente a qualquer resolução , o que ajuda aqueles usuários que usam um monitor mais antigo.

Internet Explorer 10

O Internet Explorer 10 está muito diferente no ambiente Metro. A barra de endereço agora está localizada na parte de baixo e há poucos botões. Para ganhar ainda mais espaço, é possível escondê-la. Assim, a tela é preenchida totalmente com a página exibida. O clique com o botão direito do mouse serve para adicionar novas abas. Um detalhe bastante agradável são as notificações, como quando um download é concluído.

É um exemplo do conceito proposto pelo novo Windows em relação aos aplicativos. Eles serão executados em tela cheia, adaptando-se às mais variadas resoluções, desde telas de tablet até grandes monitores.

Internet Explorer 10.

Reset em um botão

É possível restaurar o Windows 8 ao estado original de diferentes maneiras. O usuário pode executar um reset convencional, que é mais simples e mantém arquivos e documentos. Porém, há opções novas e mais avançadas.

Por exemplo, o reset completo, o qual restaura o computador ao estado original. É possível também criar um disco especial, ideal para os usuários que investiram muito tempo na personalização e configuração de sua máquina.

Atualizações

O Windows 8 é capaz de instalar atualizações quando o computador não é utilizado. A promessa é a de que os usuários recebam muito menos notificações a respeito de manutenção, atualizações ou reinicializações. De acordo com a Microsoft, não haverá interrupções com frequência, e o computador vai funcionar normalmente mesmo ao instalar o que for necessário.

Touchscreen

O Windows 8 funciona em computadores convencionais e em tablets. Logo, todos os aplicativos, serviços e sistemas internos são compatíveis com toques na tela. O teclado virtual integrado é simples e oferece teclas grandes para evitar problemas referentes à digitação. Tarefas como copiar e colar são muito facilitadas com o suporte do novo sistema.

Teclado virtual do Windows 8.

Windows Store

Já era sabido que o Windows 8 contaria com uma loja de aplicativos. E é bastante simples enviar os softwares criados para ela. Mas há um detalhe interessante: antes de serem divulgados e disponibilizados para o público, os programas precisam passar por uma avaliação da própria Microsoft, o que deve prevenir a presença de arquivos infectados.

O acesso à loja é facilitado por um atalho na interface Metro. Os aplicativos são organizados por gêneros e preços, com screenshots, descrição e análise de usuários, como acontece no Android Market e na AppStore. Vale ressaltar que a Windows Store ainda não está acessível para os usuários.

Não é só toque

Apesar de enraizado em ambientes de toque, o Windows 8 vai rodar em qualquer computador, independente da arquitetura utilizada pelos processadores (x86, x64 ou ARM). E é por isso que ele poderá ser instalado em notebooks, desktops, tablets e até mesmo a partir de um pendrive.

Em um notebook antigo, vendido originalmente com Windows 7, o boot levou apenas oito segundos; outro portátil, mais potente, inicializou o sistema em apenas dois segundos. Monitores de qualquer resolução podem ser utilizados. Dependendo do tamanho da tela, o sistema operacional é alterado automaticamente para se adaptar melhor às limitações impostas.

USB 3.0, NFC e canetas stylish

O Windows 8 tem compatibilidade nativa com a tecnologia USB 3.0, o que garante a transmissão e transferência de dados com bastante velocidade.

Se o tablet ou computador for equipado com sensores NFC, rapidamente podem ser feitas análises de produtos e outros aparelhos que contem com a mesma tecnologia.

Canetas stylish podem ser utilizadas para desenhos ou mesmo para escrever, pois o sistema identifica rapidamente os caracteres escritos. Isso pode ser utilizado diretamente na tela (pelo touchscreen) ou por mesas digitalizadoras.

Acesso remoto e virtualização

O sistema de acesso remoto a computadores foi remodelado. Com mais dinamismo nas comunicações, as máquinas podem ser controladas com muita facilidade, incluindo a compatibilidade com o touchscreen.

Dependendo das configurações utilizadas, é possível ter acesso a listas de processos e várias outras informações mais avançadas. A virtualização também foi melhorada, permitindo que imagens ISO abertas nos computadores possam ser utilizadas como unidades separadas.

Versões para download

Atualmente, há três versões diferentes do Windows 8 Developer Preview, como você confere a seguir.

32 bits (x86)

Após clicar em “Clique para baixar”, você vai fazer o download da versão de 32 bits do Windows 8, que tem 2,8 GB. Ela inclui uma imagem no formato ISO.

64 bits (x64)

Caso prefira, clique aqui e faça o download da versão de 64 bits, que também está no formato ISO. O download tem 3,6 GB.

64 bits com Developer Tools (x64)

Esta versão inclui uma série de ferramentas, a saber:

  • Windows SDK para aplicativos em Metro Style;
  • Microsoft Visual Studio 11 Express;
  • Microsoft Expression Blend 5 Developer Preview;
  • 28 aplicativos Metro Style, incluindo o BUILD.

Clique aqui para baixar esta versão. A ISO tem 4,8 GB.

Observações importantes

Os softwares que fazem parte desta versão do Windows 8 podem ser modificados sem prévio aviso. O sistema operacional é oferecido “as is”, e o usuário assume o risco de utilizá-lo, uma vez que ele pode não ser estável. O Windows 8 pode não operar corretamente e diferentemente da maneira que a versão final se comportará.

18/09/2011 Posted by | Informações, Tecnologia | 1 Comentário

Lixo eletrônico

Segundo estudo realizado pelas Nações Unidas, o Brasil tem a maior produção de lixo eletrônico entre 11 países em desenvolvimento.

Um brasileiro descarta por ano, segundo o estudo, em média 0,5 quilo de lixo eletrônico, no qual se incluem computadores, celulares, impressoras, televisores e refrigeradores.

Este lixo pode ser considerado valioso e ao mesmo tempo perigoso. Nele podem ser encontrados substâncias de valor significativo como o ouro, a prata, o cobre, a platina, o cobalto, o níquel e o silício. Entretanto, substâncias tóxicas também são encontradas, como o chumbo, o mercúrio e o cádmio.

Tais substâncias tóxicas são encontradas em pequena quantidade nos dispositivos eletro-eletrônicos mas, quando estes são armazenados em grandes quantidades e em condições impróprias, podem contaminar o solo, a água e os esgotos, acabando por possivelmente contaminar também a população, mesmo que esta não tenha contato direto com esses resíduos eletro-eletrônicos.

A inclusão digital promovida pelo Brasil, o aumento do poder aquisitivo das classes mais baixas e o barateamento da tecnologia formam um ambiente propício para que o Brasil se torne um enorme produtor de resíduos eletrônicos nos próximos anos. Entretanto, a ausência de políticas públicas de gestão desses resíduos, que atribuiria a responsabilidade de se estabelecer uma logística reversa desses equipamentos a quem produz, importa, distribui ou vende, pode causar grandes problemas futuros para se lidar com estes resíduos, podendo implicar deterioração da saúde pública.

Atualmente, já há algumas possibilidades para se dar um destino correto para tais equipamentos. Confira na lista abaixo, fornecida pelo Jornal da Folha de São Paulo, em 24 de março de 2010:

05/09/2011 Posted by | Informações | Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: